V. Abri, Senhor, os meus lábios
R. E a minha boca anunciará o vosso louvor.

Ant. O Senhor ressuscitou verdadeiramente. Aleluia.

Salmo 94 (95)
Convite ao louvor de Deus

Exortai-vos cada dia uns aos outros,
até ao dia que se chama «Hoje» (Hebr 3, 13).

Vinde, exultemos de alegria no Senhor,
aclamemos a Deus, nosso Salvador.
Vamos à sua presença e dêmos graças,
ao som de cânticos aclamemos o Senhor. (Ant.)

Pois grande Deus é o Senhor,
Rei maior que todos os deuses.
Em sua mão estão as profundezas da terra
e pertencem-Lhe os cimos das montanhas.
D’Ele é o mar, foi Ele quem o fez,
d’Ele é a terra firme, que suas mãos formaram. (Ant.)

Vinde, prostremo-nos em terra,
adoremos o Senhor que nos criou.
Pois Ele é o nosso Deus
e nós o seu povo, ovelhas do seu rebanho. (Ant.)

Quem dera ouvísseis hoje a sua voz:
«Não endureçais os vossos corações,
como em Meriba, como no dia de Massa no deserto,
onde vossos pais Me tentaram e provocaram,
apesar de terem visto as minhas obras. (Ant.)

Durante quarenta anos essa geração Me desgostou,
e Eu disse: É um povo de coração transviado,
que não atinou com os meus caminhos.
Por isso jurei na minha ira:
Não entrarão no meu repouso». (Ant.)

Glória ao Pai e ao Filho
e ao Espírito Santo,
como era no princípio,
agora e sempre. Amen. (Ant.)

Se antes das Laudes já se disse o Ofício de Leitura, começa-se com a invocação inicial comum em todas as Horas:

V. Deus, vinde em nosso auxílio.
R. Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.

Glória ao Pai e ao Filho
e ao Espírito Santo,
como era no princípio,
agora e sempre. Amen. Aleluia.

HINO

Vós que testemunhastes a alegria
De ver Cristo Jesus ressuscitado,
Anunciai que já nasceu o dia
Em que o homem é salvo do pecado.

Levai a grande festa ao mundo inteiro,
Proclamai às nações a boa-Nova.
Em Cristo, Deus e Homem verdadeiro,
A velha humanidade se renova.

Chegam, enfim, os tempos gloriosos,
Exultam sobre a terra os altos montes,
Brilham no céu os astros jubilosos,
Cantam as águas nas alegres fontes.

Cristo ressuscitou, venceu a morte.
O seu corpo se envolve em luz divina.
Eis o Sol da esperança, eis o Deus forte
Que nos liberta e que nos ilumina.

A nova criação hoje começa;
Jamais triunfará o vil pecado.
O Senhor nos cumpriu sua Promessa
No sangue do Cordeiro imaculado. 

SALMODIA

Ant. 1  Lavai-me, Senhor, de toda a iniquidade. Aleluia.

Salmo 50 (51)
Compadecei-Vos de mim, ó Deus 

Renovai­vos pela transformação espiritual
da vossa inteligência, e revesti­vos do homem novo (Ef 4, 23-24).

Compadecei-Vos de mim, ó Deus, pela vossa bondade, *
pela vossa grande misericórdia, apagai os meus pecados.
Lavai-me de toda a iniquidade *
e purificai-me de todas as faltas.

Porque eu reconheço os meus pecados *
e tenho sempre diante de mim as minhas culpas.
Pequei contra Vós, só contra Vós, *
e fiz o mal diante dos vossos olhos.

Assim é justa a vossa sentença *
e recto o vosso julgamento.
Porque eu nasci na culpa *
e minha mãe concebeu-me em pecado.

Amais a sinceridade de coração *
e fazeis-me conhecer a sabedoria no íntimo da alma.
Aspergi-me com o hissope e ficarei puro, *
lavai-me e ficarei mais branco do que a neve.

Fazei-me ouvir uma palavra de gozo e de alegria *
e estremeçam meus ossos que triturastes.
Desviai o vosso rosto das minhas faltas *
e purificai-me de todos os meus pecados.

Criai em mim, ó Deus, um coração puro *
e fazei nascer dentro de mim um espírito firme.
Não queirais repelir-me da vossa presença *
e não retireis de mim o vosso espírito de santidade.

Dai-me de novo a alegria da vossa salvação *
e sustentai-me com espírito generoso.
Ensinarei aos pecadores os vossos caminhos *
e os transviados hão-de voltar para Vós.

Ó Deus, meu Salvador, livrai-me do sangue derramado *
e a minha língua proclamará a vossa justiça.
Abri, Senhor, os meus lábios *
e a minha boca anunciará o vosso louvor.

Não é do sacrifício que Vos agradais *
e, se eu oferecer um holocausto, não o aceitareis.
Sacrifício agradável a Deus é o espírito arrependido: *
não desprezareis, Senhor,
um espírito humilhado e contrito.

Pela vossa bondade, tratai Sião com benevolência, *
reconstruí os muros de Jerusalém.
Então Vos agradareis dos sacrifícios devidos, †
oblações e holocaustos, *
então serão oferecidas vítimas sobre o vosso altar.

Ant. Lavai-me, Senhor, de toda a iniquidade. Aleluia.

Ant. 2 Cristo suportou os nossos pecados em seu Corpo, sobre o madeiro da cruz. Aleluia.

Cântico  Jer 14, 17-21
Lamentação em tempo de fome e de guerra

Está próximo o reino de Deus.
arrependei­vos e acreditai no Evangelho (Mc 1, 15).

Chorem meus olhos, noite e dia, *
lágrimas sem fim,
porque uma grande ruína, uma chaga atroz, *
tortura a virgem, filha do meu povo.

Se saio para o campo, eis os mortos à espada; *
se entro na cidade, eis as vítimas da fome.
Tanto o profeta como o sacerdote *
percorrem o país sem nada entender.

Acaso rejeitastes inteiramente Judá? *
Porque Vos desgostastes com Sião? †
Porque nos feristes sem esperança de remédio?
Esperávamos a paz e nada vemos de bom, *
uma era de restauração e surgiu a angústia.

Reconhecemos, Senhor, a nossa impiedade *
e a culpa de nossos pais: †
porque pecámos contra Vós.

Não nos rejeiteis, por amor do vosso nome, *
não deixeis profanar o vosso trono de glória. †
Recordai e não revogueis a vossa aliança connosco.

Ant. Cristo suportou os nossos pecados em seu Corpo, sobre o madeiro da cruz. Aleluia.

Ant. 3 Vinde à presença do Senhor com cânticos de alegria. Aleluia.

Salmo 99 (100)
A alegria dos que entram no templo

O Senhor faz cantar os redimidos um hino de vitória (S. Atanásio).

Aclamai o Senhor, terra inteira, *
servi o Senhor com alegria, †
vinde a Ele com cânticos de júbilo.

Sabei que o Senhor é Deus, *
Ele nos fez, a Ele pertencemos, †
somos o seu povo, ovelhas do seu rebanho.

Entrai pelas suas portas, dando graças, *
penetrai em seus átrios com hinos de louvor, †
glorificai-O, bendizei o seu nome.

Porque o Senhor é bom, *
eterna é a sua misericórdia, †
a sua fidelidade estende-se de geração em geração.

Ant. Vinde à presença do Senhor com cânticos de alegria. Aleluia.

LEITURA BREVE Actos 5, 30-32
   O Deus de nossos pais ressuscitou Jesus, a quem vós destes a morte, suspendendo-O do madeiro. Deus exaltou-O pelo seu poder como Chefe e Salvador, a fim de conceder a Israel o arrependimento e o perdão dos pecados. E nós somos testemunhas destes factos, juntamente com o Espírito Santo, que Deus tem concedido àqueles que Lhe obedecem.

RESPONSÓRIO BREVE

V. O Senhor ressuscitou do sepulcro. Aleluia, Aleluia.
R. O Senhor ressuscitou do sepulcro. Aleluia, Aleluia.
V. Ele que por nós foi cravado na cruz.
R. Aleluia, Aleluia.
V. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
R. O Senhor ressuscitou do sepulcro. Aleluia, Aleluia.

CÂNTICO EVANGÉLICO (Benedictus) Lc 1, 68-79

Ant. Quem come a minha Carne e bebe o meu Sangue, permanece em Mim e Eu nele. Aleluia.

Cântico
O Messias e seu Precursor

Bendito o Senhor Deus de Israel, *
que visitou e redimiu o seu povo
e nos deu um Salvador poderoso *
na casa de David, seu servo,
conforme prometeu pela boca dos seus santos, *
os profetas dos tempos antigos,

para nos libertar dos nossos inimigos *
e das mãos daqueles que nos odeiam,
para mostrar a sua misericórdia a favor dos nossos pais, *
recordando a sua sagrada aliança
e o juramento que fizera a Abraão, nosso pai, *
que nos havia de conceder esta graça:

de O servirmos um dia, sem temor, *
livres das mãos dos nossos inimigos,
em santidade e justiça, na sua presença, *
todos os dias da nossa vida.

E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, *
porque irás à sua frente a preparar os seus caminhos,
para dar a conhecer ao seu povo a salvação *
pela remissão dos seus pecados,

graças ao coração misericordioso do nosso Deus, *
que das alturas nos visita como sol nascente,
para iluminar os que jazem nas trevas e na sombra da morte *
e dirigir os nossos passos no caminho da paz.

Ant. Quem come a minha Carne e bebe o meu Sangue, permanece em Mim e Eu nele. Aleluia.

PRECES

   Oremos a Deus Pai, que pela ressurreição de Jesus Cristo nos deu uma vida nova, e supliquemos humildemente:

Iluminai-nos, Senhor, com a gloriosa luz de Cristo.

Deus de misericórdia e fidelidade, que criastes o universo e manifestastes por todas as gerações o vosso desígnio de salvação dos homens,
 renovai no nosso tempo as maravilhas do vosso amor.

Purificai os nossos corações com a luz da vossa verdade,
 para que todas as nossas obras sejam justas e agradáveis aos vossos olhos.

Fazei brilhar sobre nós a bondade do vosso rosto,
 para que, livres de todo o mal, nos saciemos com a riqueza dos vossos dons.

Vós que destes a paz aos Apóstolos,
 fazei reinar a vossa paz em toda a terra.

Pai nosso

Oração

   Deus todo-poderoso, que nos destes a conhecer o alegre anúncio da ressurreição do Senhor, fazei-nos ressuscitar para uma vida nova pelo poder do Espírito Santo. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

V. O Senhor nos abençoe,
nos livre de todo o mal
e nos conduza à vida eterna.
R. Amen.