[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/266407054″ params=”auto_play=true&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false&visual=true” width=”100%” height=”450″ iframe=”true” /]

Jesus é o cordeiro imolado pela expiação dos nossos pecados. É imolado, porém está vivo! Pois o Cristo ressuscitado traz no corpo as marcas da sua paixão.

Olharão para aquele que transpassaram.”

Imolado, o cordeiro de Deus cumpre todas as profecias a seu respeito.

Os Judeus não queriam corpos expostos naquele sábado, véspera de páscoa… Quebrar as pernas era a solução mais comum adotada pelos romanos a fim de acelerar a morte dos agonizantes mais robustos. Quebraram as pernas dos que foram crucificados com Jesus, mas este, que sofreu com as flagelações antes, já estava morto. Para certificar-se, abriram–lhe o lado com uma lança! Sangue a água jorraram do coração do Jesus. A Igreja primitiva logo entendeu o testemunho desta última pregação de Jesus na Cruz. A água do Espírito Santo que batiza a Igreja, O sangue redentor de Jesus, que inebria a salva a todos os que tocam. Nasce ali a fonte inesgotável da misericórdia de Jesus para todos os pecadores, a começar dos piores…

Esta hora, da morte de Jesus e logo após, com a manifestação deste sinal do lado aberto, é a hora mais importante da paixão de Cristo, quando por sua morte a humanidade inteira é remida e tem seus pecados perdoados uma vez por todas.

Rezar as 15h como pediu Jesus a santa faustina, é mais que uma devoção, mas é a “tábua de salvação” para os pecadores.

Mergulhemos nessas águas misericordiosas que jorram do lado aberto de Jesus.

Leia o trecho em Jo 19, 31-37

Na Bíblia cnbb página 1337

Título: O Lado aberto

Por: Jarles Pereira
Via: Canção  Nova