Juventude Salvatoriana

Rede da Juventude Salvatoriana – todos na mesma sintonia

Para uma ação de conjunto

Para sermos fiéis ao carisma salvatoriano de envolver e formar a juventude, a Comissão de Apostolado tem se empenhado nos últimos anos em encontrar caminhos para uma ação organizada com os jovens que atuam e estão envolvidos em nossas obras: Grupos de jovens de paróquias, de colégios, de música, de teatro, catequese, litúrgicos, esportivos, vocacionais, de representantes de turmas, de grêmios estudantis, de lideranças, e tantos outros.

Muitos destes grupos atuam de modo independente, isolado, às vezes sem apoio e acompanhamento de nós salvatorianos. Esquecemos da dimensão de nosso carisma de unir as forças vivas e formar líderes.

Além do que, com todo o trabalho que fazemos não conseguimos atingir toda esta pluralidade de grupos existentes. Foi, pois, para responder a este desafio que surgiu a proposta da Rede da Juventude Salvatoriana, RJS, inspirada no trabalho de Articulação da Juventude realizado pelos Salesianos em todo mundo. Queremos também nós implementar uma rede de grupos de jovens identificados com nossa espiritualidade.

O que é a RJS?

Trata-se de um trabalho de articulação entre as diversas experiências de grupos de jovens que atuam nas obras salvatorianas e que queiram atuar em rede, vivendo a espiritualidade salvatoriana. Como o próprio nome diz é uma ação de organização e de integração (Rede) entre diferentes grupos de jovens (Juventude) que se identificam e assumem a Espiritualidade Salvatoriana (Salvatoriana).

 Algumas características que explicam a finalidade da RJS:

• É uma proposta de articular em rede os grupos de jovens que têm organização, objetivos e dinâmica própria;

• É uma proposta que está em sintonia com as orientações da Pastoral da Juventude da Igreja do Brasil. Porém, não se restringe aos grupos explicitamente da PJ ou de Igreja.

• É uma proposta que procura unidade pela metodologia e Espiritualidade Salvatoriana. O vínculo de pertença a RJS, mais que institucional, é um estilo de ser jovem, um jeito de viver e de se organizar. A Espiritualidade Salvatoriana é o ponto de encontro entre todos os grupos e participantes. Porém, a RJS terá uma organização que a sustenta e está a serviço de sua missão.

O Objetivo da RJS?

A proposta da RJS tem como meta:

• Proporcionar o cultivo de relações interpessoais no grupo e o intercâmbio dos grupos, valorizando a diversidade de cada um;

• Favorecer o crescimento humano e cristão do jovem através de um processo de formação em grupo. Que o grupo seja um espaço de realização como pessoa e a se encontrar e a se posicionar frente às pessoas e o mundo;

• Ajudar o jovem na sua inserção como membro ativo e atuante em seu ambiente, seja na Comunidade Local, seja em ações de ajudar a participar na construção de uma sociedade mais justa e digna, ou participando do bem comum em políticas públicas e ajudando a responder sua vocação na Igreja.

A organização da RJS

A organização da RJS será flexível, respeitando as diferenças, a situação de cada região em que atuam os Salvatorianos no Brasil.   

A coordenação é composta de representantes dos diversos grupos de um ou mais campos de ação. Pode haver, se necessário, uma coordenação da região em que atuam os salvatorianos. Contudo, a coordenação geral caberá a nós salvatorianos, que iremos traçar as diretrizes básicas, no sentido de coordenar e orientar as estratégias de ação e de garantir a unidade em torno das ações e da espiritualidade a ser vivida.

Mesmo que as atividades possam ser flexíveis e adaptadas a cada região, haverá necessariamente eventos comuns (para todos os grupos da RJS), ainda que realizados por região. Estes eventos ajudarão a fortalecer o espírito de unidade, de pertença e incentivo para todos os jovens envolvidos.

Faz parte da organização da RJS a presença de um assessor. Ele não estará ligado a nenhum grupo especificamente, mas terá importância fundamental na animação e acompanhamento dos grupos.

Que serviços a RJS oferece?

A RJS oferecerá aos grupos de jovens atividades nas seguintes dimensões:

1.   Formação humana e religiosa – Através de cursos para liderança jovem nas áreas de catequese, liturgia, comunicação, pastoral da juventude e educação popular. A RJS manterá também uma videoteca com material para os grupos e assessores.

2.   Espiritualidade – Para ajudar os jovens no seu crescimento com Deus, no seguimento a Jesus Cristo e guiados pelo Espírito Santo para um compromisso com a Igreja a RJS oferece a Experiência de Semana Santa Jovem, Romaria da Juventude e Retiros de cunho missionário vocacional.

3.   Integração entre lideranças e grupos – Buscará realizar encontros e festivais para a partilha de reflexões e de atividades realizadas durante o ano a respeito de um tema de formação. Também fará circular um informativo de comunicação entre os grupos, os jovens e assessores.

Quem participa da RJS?

Esta proposta de articulação está aberta a todos os grupos que queiram conhecer, aprofundar e viver a espiritualidade salvatoriana. Embora que um grupo não precisa pertencer a uma obra salvatoriana, basta que se identifique com a nossa espiritualidade. Caberá a coordenação local acolher estes grupos interessados, valorizando a pluralidade de grupos, criando com eles um itinerário de desenvolvimento e de amadurecimento que lhes possibilite crescer como pessoas e como seguidores de Jesus.

A RJS através da animação dos líderes dos grupos e da contribuição de cada um,  deve ser uma espaço onde se cultive e se exercite o protagonismo da juventude nos mais diferentes campos de sua atuação.